Tag Archive: viagem


rackham tintim4
Tintim, uma criacão de 1929, continua vivo na cultura popular até hoje. Agora pela primeira vez, ganhará os céus num avião da companhia belga Brussel Airlines totalmente estilizado.

Famoso pelas histórias em quadrinhos que envolviam personagens com características singulares, mistério, investigação, humor e aventura, a série também acabou ganhando adaptações animadas que ajudaram a garantir o reconhecimento do personagem mundialmente, inclusive no Brasil.

rackham-tintim6

Comparação da pintura do modelo ao desenho original

O modelo escolhido para a pintura, um Airbus A320 precisou de 1.500 pessoas para a estilização. O apelido do modelo é Rackham: O nome vêm do álbum “O Tesouro de Rackham o Terrível”, lançado em 1944. Na história, um submarino é disfarçado  em formato de tubarão para a busca de um tesouro. A fuselagem pintada impressiona pela semelhança e detalhes ao desenho original.  Na parte interna, toda a atmosfera do avião é temática, onde as paredes foram repintadas e trazem as imagens de Tintim e o Capitão Haddock da mesma história baseada. Além disso, a própria história que serviu de inspiração para a arte está disponível em diversos exemplares para leitura a bordo (em holandês, francês e inglês).

rackham tintim instagram de @pieterdeclerck

Foto do instagram de @pieterdeclerck

rackham tintim5 rackham tintim3rackham tintim2

O legado do artista Hergé, criador do personagem, nunca tinha sido transformado em uma pintura de avião até hoje. O projeto se tornou realidade graças a parceria da Brussels Airlines e a Moulinsart (empresa responsável por projetos e divulgação dos trabalhos de Hergé) e estará presente nos ares até 2019.

Segundo a companhia aérea, a escolha pelo personagem foi a representação de um ícone do país:

“Tintin é um personagem mundialmente famoso e considerado um verdadeiro embaixador da Bélgica. O objetivo é poder juntar mais pessoas e fazer do ato de viajar um prazer. Tintin é a companhia ideal de viagem por transmitir aventura, coragem, amizade e uma curiosidade natural.”
Fonte:
Brussel Airlines

 

O artista Rob Whitworth experimenta ultrapassar os limites do famoso timelapse com sua técnica conhecida como “hyperlapse”. Tudo isso para poder transmitir a personalidade dinâmica e fluída de uma das cidades mais famosas do Mundo.

Filmado durante 3 meses, seu trabalho nomeado como ‘Dubai Flow Motion‘, ou ‘Movimento de Fluxo de Dubai’, é a junção das viagens do artista agrupadas em um só impressionante vídeo. Começando desde o interior de um avião da Emirates, o vídeo “decola” para vários outros lugares: Em poucos minutos é possível observar vários pontos turísticos e vistas famosas que a cidade oferece aos seus visitantes.

Um video muito interessante mostra uma viagem, do ponto de vista frontal, da cabine de comando, de Tokyo a San Francisco. Em um avião comercial comum, essa viagem dura por volta de 9 horas e 30 minutos, porém, foi editada em time-lapse, o que da a sensação que a viagem em sí dura apenas 83 segundo. Muito legal!

travessias naturais  holanda

Passagem de animais em rodovia na Holanda

Quem costuma viajar de carro sabe a preocupação constante nas estradas e rodovias em relação à possíveis travessias de animais na pista. Esse tipo de acidentes pode causar consequências graves, tanto para quem dirige quanto para o animal, que não tem a noção do perigo.

Foi pensando nesse tipo de transtorno que vários países europeus desenvolveram as Travessias Naturais (Chamadas em inglês de Wildlife Crossings, Animals bridges ou Ecoducts), estruturas especiais que permitem que animais possam atravessar construções realizadas pelo homem (como rodovias). O tipo de travessia pode incluir também túneis e passagens subterrâneos, viadutos, pontes, etc.

travessia natural Banff National Park Canadá

Passagem no Parque Nacional Banff, Canadá

Podem também ser traduzidas como Pontes Verdes e Ecodutos. As mais comuns são as estruturas construídas entre as estradas para permitir que animais selvagens possam atravessar a via até o outro lado sem correr riscos. As pontes são exclusivas para os animais: os veículos devem sempre atravessá-las. A maioria das estruturas têm 10 metros de altura e 60 metros de comprimento, e normalmente são compostas de solo e vegetação natural para fornecer um habitat adequado a todos os tipos de animais que possam acabar passando pela região.

As primeiras travessias foram construídas na França na década de 50. Outros países europeus (incluindo Holanda, Suíça e Alemanha) têm construído há muitas décadas várias dessas estruturas para reduzir o número de acidentes nas estradas. Nos Estados Unidos e Canadá, essa solução está se tornando cada vez mais comum: milhares de travessias foram construídas nos últimos 30 anos, incluindo passagens, pontes e viadutos.

travessia natural alemanha

Soluções desenvolvidas na Alemanha: tanto por cima quanto por baixo das estradas

É uma solução eficiente para a conservação da natureza, permitindo conexões e reconhecimento dos habitats (o ambiente natural não é dividido). A contribuição financeira também é evidente: Nos Estados Unidos, segundo estudos, 1,5 milhões de colisões ocorrem a cada ano, causando um prejuízo de 8 bilhões de dólares anualmente. Na Europa, meio milhão de colisões são registradas, com 30 mil animais feridos e 300 mortos.

A maior travessia desse tipo encontra-se na Holanda: chamada de Natuurbrug Zanderij Crailo, a estrutura foi completada em 2006 e possui mais de 800 metros de extensão. Entre as áreas que ela atravessa, estão uma linha férrea, parque empresarial, rodovia e um centro esportivo.

Em outros países

travessia carangueijos ilha do natal australia

Exemplo de duas soluções para a travessia de carangueijos na Ilha do Natal, Austrália. Por conta da migração e enorme volume de animais, várias passagens foram desenvolvidas

travessia elefantes quênia

Passagem subterrânea para elefantes no Quênia

 

Fontes
Care2
Twisted Sifter
Amusing Planet

 

Bicicleta-espanha

Todos preferem viajar de algum jeito. Alguns viajam para percorrer percursos de um modo específico. Para quem gosta de viajar e pedalar, a Espanha oferece trajetos muito bem elaborados e de todos os níveis e gostos.

Vias Verdes

Existem mais de 7.500 km de trilhos abandonados por toda a Espanha. Por vários motivos, muitas delas nunca foram usadas, ou completadas. Em 1993, o Programa Vias Verdes foi então lançado. O objetivo era introduzir turismo ambiental nas zonas rurais, primeiramente desenvolvendo rotas nas estruturas dos trilhos já existentes. Contabilizadas 80 vias hoje, o programa já transformou mais de 1.800 km de vias.

Via-verde-espanha

via-verde-del-tranqueru-perlora-asturias

As vantagens de se pedalar em trilhos é que eles são totalmente planos, evitando declives acentuados. Quase todas as vias são pavimentadas e sinalizadas, podendo ser utilizadas até por crianças e idosos. Além disso, nenhum veículo motorizado é permitido nas vias, garantindo ainda mais a segurança dos ciclistas e pedestres.

Um dos trajetos mais famosos que cruzam o interior da Espanha é a Via Verde de la Sierra, em Andaluzia. Ela foi votada como a melhor rota ecológica da Europa em 2009. O caminho de 36 km começa na Vila de Puerto Serrano e termina em Olvera. Apesar da distância parecer um pouco assustadora, muitas pessoas fazem o trajeto num ritmo bem leve, percorrendo o trajeto em etapas e se hospedando em hotéis durante o caminho.

Via-verde-de-la-Sierra Via-verde-tunel-espanha2

A rota passa por uma série de túneis que são iluminados por luzes que se acendem sempre quando uma bicicleta entra. As estações abandonadas foram transformadas em pousadas rurais, onde se pode deixar o carro e começar a pedalar ou passar a noite antes de pedalar de volta no dia seguinte.

Todas as Rotas, com suas descrições detalhadas, podem ser vistas no site oficial

País Basco

Bicicleta-pais-basco-espanha

O turismo de bicicleta no País Basco é cheio de riquezas culturais e políticas. O País Basco é uma região que cruza a costa da Espanha e França pelo Oceano Atlântico. Essa região é conhecida por abrigar cultura, costumes e linguagens únicas do povoado Basco. Sua “identidade”pode ser considerada confusa por ser uma terra dividida e distribuída entre várias regiões ao longo da costa dos dois países.

Apesar de haver muitas montanhas e penhascos ao longo da região, existem várias rotas que são planejadas para todos os tipos de ciclistas, desde os novatos até os moderados e profissionais. Os trajetos são classificados por cores (para distinguir a dificuldade). As rotas variam entre 8 e 37 quilômetros, e a duração máxima aproximada é de 3 horas e meia.

Rotas

Saindo de Guernica y Lumo

Costa Mundaca Espanha

Mundaca

Várias rotas consideradas de nível fácil saem desse local. Entre os vários lugares que se pode visitar está o Museu da Paz, que lembra os eventos sofridos pela cidade por parte dos franquistas e nazistas, em 1937. Também é possível aproveitar muitas rotas que começam nessa cidade e correm ao longo do rio Mundaca.

Saindo de Rigoitia

Bermeo Espanha

Bermeo

Para quem procura uma rota de nível intermediário: Indo até a vila de pescadores de Bermeo, é possível aproveitar a atmosfera marítima e visitar a Torre Ercilla, que é considerada uma Propriedade Cultural e sedia o Museu do Pescador.

Saindo de Mendata

Monte Oiz espanha

Oiz

 Rotas consideradas de nível difícil. O caminho até o Parque Eólico de Oiz leva a uma incrível recompensa, onde o Mirante de Biscaia reserva vistas impressionantes.

Fontes:
Site Oficial da Espanha
Blue Marble
Bike Tour Buzz
Spain Holiday

A Realização oferece um pacote exclusivo para quem quer conhecer o Hawaii e desfrutar ao máximo sua viagem:

O pacote inclui*:

  • Passagem internacional São Paulo – Honolulu – São Paulo pela Delta Airlines.
  • Recepção de boas vindas com colar de flores.
  • Transfer in/out Aeroporto – Hotel em Honolulu – Aeroporto.
  • 4 noites de hospedagem em Honolulu.
  • Aéreo entre ilhas Honolulu – Maui pela HAWAIIAN AIRLINES.
  • Aluguel de carro durante toda estadia em MAUI.
  • 3 noites de hospedagem em Maui.
  • Aéreo entre ilhas Maui – Honolulu pela HAWAIIAN AIRLINES.

*Voos saindo de São Paulo pela DELTA, válidos para períodos de baixa temporada, comprados com cerca de 3 meses de antecedência. Terrestre com tranfer padrão, hotel 3 estrelas, e carro econômico. Valores sujeitos a alterações e a disponibilidade de lugares. A ordem das ilhas e a categoria de serviços/ hotéis podem variar de acordo com a disponibilidade da data solicitada.

É fato que, comparado à certos países mais desenvolvidos, o Brasil ainda carece muito de uma malha ferroviária de respeito. Entretanto, para a alegria dos amantes de viagens de trem, existem locais onde é possível obter essa oportunidade sem precisar ir muito longe:

Expresso turístico

Expresso turístico2

Inaugurado em 2009 pela CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), o serviço oferece 3 opções de trajetos que partem da Luz, bairro da região central da capital de São Paulo. Com destinos à Mogi das Cruzes, Jundiaí e Paranapiacaba, os  trens  movidos à diesel (fabricados nos anos 50 e restaurados) realizam trajetos históricos que mostram as principais localidades que ajudaram a impulsionar a economia da cidade de São Paulo. Além disso, a companhia já está implantando vagões especiais para bicicletas, de olho nos ciclistas que buscam praticar atividades em outras cidades. Mais informações aqui

trem do vale

mariana

Criado em 2006 graças a uma parceria entre a VALE, a Ferrovia Centro-Atlântica e a ABPF (Associação Brasileira de Preservação Ferroviária), o circuito inclui duas importantes cidades históricas de Minas: Ouro Preto e Mariana. Foram revitalizados 18 km de trechos de ferrovias e o trajeto completo é realizado por locomotivas à vapor totalmente restauradas. Em todo seu percurso, é possível ter uma ideia da dimensão histórica da ferrovia, iniciada em 1883 e concluída em 1914. Mais informações aqui

trem da serra do mar

serra do mar

Situado na maior área de Mata Atlântica preservada do Brasil, o trem parte de Curitiba até a cidade de Morretes (também vai até  Paranaguá aos domingos). A ferrovia possui 125 anos de história e têm muitas atrações turísticas. O trajeto, com cenários deslumbrantes, possui muitas pontes, túneis e viadutos (é considerada uma das primeiras obras no mundo com tais características). Mais informações aqui

Trem do pantanal

Trem do Pantanal

Material de divulgação – Serra Verde Express

Apesar da ferrovia existir há bastante tempo (desde 1914), o trajeto turístico foi iniciado em 2009 e conta com um percurso que parte de Campo Grande até a cidade de Miranda. Com fauna e flora abundantes por todo o caminho, ainda há opções extras para complementar os intervalos de viagem, como passeios de barco e a cavalo. A viagem leva um dia para a chegada até Miranda e mais um dia para seu retorno. Mais informações aqui

*Valores estimados de ida e volta. Consulte as empresas responsáveis para horários e disponibilidade.

Muitas pessoas acabam “esbarrando” em algumas questões antes de comprar sua passagem, ou pacote. Alguns imprevistos podem acabar até atrasando o acontecimento da tão aguardada viagem. Pensando nisso, respondemos algumas das dúvidas mais frequentes que os passageiros têm (e esperamos que assim, possa melhorar muito mais sua experiência de viagem!)

documentos

– Quais documentos são necessários para comprar uma passagem/pacote?

Dependerá muito para onde você estará indo. Em termos gerais, costumamos dividir em nacional/internacional.

Para viagens nacionais é necessário um documento válido, recente, sem rasuras ou rasgos e com foto. Pode ser RG, carta de motorista (não pode estar vencida!), passaporte, ou mesmo documentos de certas categorias trabalhistas, como carteira da OAB, desde que seja válida nacionalmente.

Para viagens internacionais vai depender muito de qual país você estará visitando. Normalmente só é necessário o passaporte que tenha validade de 6 meses a contar da data de viagem. Mas cada país tem sua política de imigração, podendo exigir mais documentos. Por exemplo, para a Europa é necessário além do passaporte, seguro de viagem. Já os EUA exigem um visto no passaporte antes mesmo que você saia do Brasil. Alguns países da América central pedem certificado de vacina internacional de febre amarela, por ser endêmico nos países deles. Outros países do oriente médio ainda exigem visto, mas eles são tirados e pagos na hora que se faz a imigração no pais. A orientação geral é sempre procurar mais informações (por consulados, ou despachantes) principalmente se for um pais que não se tem muita procura no turismo, ou tenha acesso mais restrito. É muito importante lembrar que toda a documentação é de responsabilidade do passageiro.

Bagagem aeroporto

– Qual é o limite de peso de bagagem?

Também dependerá do destino, e onde você está saindo. Em termos gerais, para viagens nacionais, a bagagem permitida sem pagar é de 1 peça de 23kg por passageiro adulto.

Para voos internacionais vai depender da companhia aérea envolvida, em geral são 2 peças de 32kg por passageiro adulto para a Europa. Para a América central geralmente é permitido 1 peça de 23kg e companhias aéreas americanas permitem 2 peças de 32kg para EUA ou Canada. A orientação geral é a mesma da documentação: procurar informações específicas junto a companhia aérea envolvida para ter a certeza.

criança avião

– Quais são as idades consideradas pelas companhias como “criança e adulto”?

São 3 categorias: bebê, criança e adulto:

Bebê: de 0 até 1 ano e 11 meses de idade: Tem de ser sempre acompanhado por adulto responsável. O bebê vai no colo do adulto, paganto geralmente 10% da tarifa do adulto.

Criança: de 2 até 11 anos e 11 meses: Tem também de ser acompanhado de um adulto responsável. A criança vai em uma poltrona, como o adulto e geralmente paga 60% da tarifa do adulto.

Adulto: com 12 anos completados a pessoa é considerada adulta e paga 100% da tarifa.

– Menores de 18 anos podem viajar sozinhos?

Menores de 12 anos tem de ser sempre acompanhados. Pessoas maiores de 12 anos podem viajar desacompanhadas.

calendário

– Quando ocorrem os períodos considerados como “alta” e “baixa” temporada?

É bastante polêmico porque varia muito. Não existem datas específicas, pois depende do calendário de ano para ano. Em termos gerais, alta temporada é considerado quando se tem muita procura de viagens. Datas como natal, ano novo, férias escolares de Janeiro, Julho, carnaval, muitos feriados ou até mesmo finais de semana são considerados alta temporada. Mas essas datas podem mudar conforme há um evento importante no destino que a pessoa vai. Por exemplo, este ano iremos ter a Copa das Confederações, portanto, durante todo esse período de copa, os voos de/para o Brasil vão ser muito procurados, gerando um período de altíssima temporada por ser considerado um evento mundial. Mas mesmo congressos, corridas, eventos culturais / religiosos podem causar esse efeito de alta temporada.

Já a baixa temporada é justamente ao contrário: dias e meses do ano que não há nenhum ou pouca procura são períodos que as companhias aéreas precisam fazer promoções e tarifas mais atraentes para incentivar o fluxo de passageiros. Época de ano letivo, Março a Maio, ou Agosto a Novembro, quando não tem feriados ou eventos/congressos ou mesmo dias de semana são considerados períodos de baixa temporada. Tudo dependerá da procura e da oferta de lugares.

cartões de crédito

– Porquê não é possível pagar com cartão de débito?

Isso está mudando gradualmente. A princípio, como passamos os dados do cartão por meio eletrônico, companhias aéreas tem acordo com cartões apenas para função de crédito. Existe todo um processo, mesmo para vendas online de qualquer espécie para aceitação de cartões de débito. Débito é largamente usado no comércio com a maior facilidade por existirem máquinas físicas que podem aceitar essa função, que gera certo “estranhamento” do pessoal que já está acostumado a utilizar essa função. A principio ainda não se aceita o débito, mas estamos trabalhando para achar uma solução para as pessoas que queiram usar essa função e iremos disponibilizar assim que possível.

– Qual a diferença entre “taxa de serviço” e “taxa de embarque”?

Taxa de embarque é o imposto cobrado pelo governo para que se utilize o aeroporto. Taxa de serviço é o valor cobrado pela cia aérea ou fornecedor para fazer algo atípico, como mudança de datas/horários. A taxa de embarque é sempre cobrada pelas companhias aéreas, no ato da compra. Já a taxa de serviço vai ser cobrada nas condições em que se precise alterar em algo já comprado (como voos, horários etc).

Essas e outras questões também estão na página da Realização do facebook.

Agradecimento: Fernando Levra, pela colaboração das respostas

Vários filmes foram filmados nas localidades do Havaí e outros com a história situada no estado norte americano, mas filmadas em outros lugares. Com algumas exceções, entretanto, só uma pequena porção de filmes foram feitos sobre o Havaí.

A  animação Lilo & Stitch (de 2002, lançada pelos estúdios Disney) conta a história do alienígina Stitch, um experimento criado para causar a total destruição aonde quer que fosse. Quando escapa para o planeta Terra, acaba caindo em Kauai e é “adotado” por uma garota havaiana local. Originalmente, o roteiro indicava que Stitch iria parar no Kansas. Entretanto, para se adequar à história, ele acaba ficando ilhado: como não podia nadar, seus planos de destruir as grandes cidades acabam falhando.

Os personagens (da esquerda para direita): Cobra Bubbles (Ving Rhames), David Kawena (Jason Scott Lee), Nani (Tia Carrere), Lilo (Daveigh Chase), Stitch (Chris Sanders), Jumba (Dadid Ogden Stiers) e Pleakley ( Kevin McDonald)

Os personagens (da esquerda para direita): Cobra Bubbles, David Kawena, Nani, Lilo, Stitch, Jumba e Pleakley

O filme acabou se tornando um grande sucesso, ajudando a ampliar a fama e imagem do Havaí para a visitação de turistas (e auxiliou o turismo a começar a se reerguer após as consequências dos desastres de 11 de setembro). Mas para conseguir transmitir todas as características típicas dos ambientes, a equipe de produção realizou extensas pesquisas enquanto realizava o filme. Eles passaram semanas estudando a geografia, prédios, vegetação e até o modo que a luz se projeta em diferentes horas do dia. Para recirar os elementos no filme, utilizaram uma técnina que não havia sido vista há até então 60 anos (desde a animação Dumbo): a aquarela.

Dean DeBlois, co-diretor e escritor mencionou que “o design suave e arredondado dos personagens e a aquarela orgânica relaxam  o visual das imagens e suavizam a atmosfera , retratando um senso de infância e ‘verão sem fim’ da Lilo. Passamos um tempo em Hanalei e Hanapepe para uma viagem de pesquisa a Kauai. Esses pequenos locais tranquilos e bonitos se tornaram a inspiração para a cidade de Lilo.”

Pra não perder as referências é preciso notar cada cena mostrada. Quem conhece o Havaí reconhecerá alguns pontos turísticos:

Ponte Hanalei

Ponte Hanalei: construiída em 1912, foi reformada após o tsunami de 1957 e reforçada para suportar ainda mais peso em 1967

farol kilauea

Farol Kilauea: construído em 1913 para ajudar a navegação de embarcações comerciais entre o Havaí e o Oriente

Costa Na Pali

Costa Na Pali: localizada ao noroeste de Kauai, possui 26 km² de área protegida

Hotel Princeville

Hotel Princeville: originalmente aberto com a marca Starwood em 1985, o hotel realizou uma reforma milionária de um ano, e foi reinaugurado em 26 de setembro de 2009 como St. Regis Princeville Resort.

Estátua de Duke Kahanamoku, famoso surfista

Estátua de Duke Kahanamoku, famoso surfista havaiano, localizada na praia de Waikiki

Além disso, é possível notar referências da fauna como as tartarugas marinhas verdes, e alguns hábitos locais como o shave ice (espécie de raspadinha).

Tartarura marinha verde: espécie presente em algumas praias do Havaí

Tartarura marinha verde: espécie presente em algumas praias do Havaí

Shave ice

Shave ice

posterLilo & Stitch
animação/ficção científica
EUA, 2002
Distribuidora:
Walt Disney Pictures
Direção e roteiro:
Dean Deblois e Chris Sanders
Vozes:
Daveigh Chase (Lilo), Jason Scott Lee (David Kawena), Tia Carrere (Nani), Chris Sanders (Stitch, Ving Rhames (Cobra Bubbles)

Traduzido de Hawaii Travel

%d blogueiros gostam disto: