Tag Archive: são francisco


Você sempre gostou de resolver enigmas e labirintos em revistas? Algumas pessoas levavam isso mais a sério: Em várias regiões do mundo, os labirintos eram usados como armadilhas para maus espíritos e locais para danças e rituais religiosos. Na Idade Média, o significado espiritual se tornou ainda mais forte: Era como uma travessia para se chegar a Deus, e seu caminho era considerado uma peregrinação. Antes usados como itens de religião e meditação, hoje são considerados como  um entretenimento. Entretanto, isso não tirou a grandeza de inúmeras obras que existem pelo Mundo:

Plantação de Abacaxis da Dole (Dole Plantation) – Hawaii, Estados Unidos
labirinto-dole-plantation-hawaii-abacaxi
Considerado o labirinto mais comprido do Mundo pelo Guinness em 2001, ele se localiza em Waimea Bay, na Ilha de Oahu no Hawaii. Quem “criou” essa estrutura foi a Dole Corporation, empresa alimentícia que desenvolveu na região uma extensa plantação de abacaxis. É possível observar boa parte da flora presente nas ilhas enquanto se busca as estações que ajudam a completar o desafio do labirinto. Os “competidores” que terminarem o percurso mais rápido ganham um prêmio e entram na História do Labirinto, tendo seus nomes gravados numa placa logo na entrada da atração.Além disso, também é possível obter um tour de 20 minutos que mostra o legado do cultivo de abacaxis e a agricultura no Hawaii. o Plantation Garden Tour oferece aos visitantes uma oportunidade de conhecer o passado e o presente da agricultura do Estado.

 

Labirinto de Reignac-sur-Indre – Touraine, França
labirinto-Reignac-sur-Indre-franca
Localizado em Touraine, província da França, já foi considerado o maior labirinto feito de plantas do Mundo. Por conta das estações do ano, muitas vezes aparece com um novo visual na primavera após a intensa neve do inverno, graças a uma jardinagem cuidadosa e planejada. Em 1996, em seu ano de estreia, mais de 85 mil pessoas aceitaram o desafio de encontrar o caminho no labirinto de 40 mil m².
Fazenda Cherry Crest Adventure, Pensilvânia, Estados Unidos 
labirinto-Cherry-Crest-milho-pensilvania
Essa plantação de milho em Lancaster County, na Pensilvânia é tão desafiadora que dois instrutores “mestres” trabalham em tempo integral para guiar turistas perdidos que tentam atravessar o labirinto de mais de 4 km de caminhos (cheio de pátios, pontes e curvas inesperadas.


Fazenda Davis Farmland, Massachusetts, Estados Unidos
labirinto-milho-davis-mega-maze-Massachusetts
O labirinto Davis Mega Maze é considerado único. Isso porque sua estrutura muda completamente a cada ano (por isso os visitantes nunca sabem o que vão encontrar em seu passeio).

 

Jardim do Palácio de Longleat, Inglaterra 
labirinto-palacio-longleat-inglaterra
Faz parte de um jardim do palácio rural próximo a cidade de  Warminster, na Inglaterra. Suas mais de 16 mil  árvores formam um percurso de cerca viva que cobre mais de 3 km de caminhos. As pontes de madeira construídas dentro do terreno revelam  outra característica incomum: É um labirinto com três dimensões.
Ashcombe – Austrália
labirinto-Ashcombe-australia 
A cidade de Ashcombe fica próxima de Melbourne, e abriga o que é hoje considerado o mais antigo labirinto da Austrália. Como recorde mundial, também é o mais velho labirinto de flores, com 217 variedades de rosas em 1.200 arbustos.

 

Lands End, São Francisco – Estados Unidos
labirinto-Lands-End-sao-francisco
Na cidade de São Francisco, em sua área da baía, está o labirinto de Lands End. Sua vista permite observar a Golden Gate, toda a baía, a Angel Island e boa parte do horizonte da cidade. É conhecido por vários espiritualistas por ser um lugar de grande beleza e tranquilidade.

 

Labirinto de água em Victoria Park – Bristol, Inglaterra
labiritno-Victoria-Park-agua-bristol-inglaterra
Esse labirinto de água fica ainda mais distinto quando é cheio pela água da chuva. É distinto por ser baseado no labirinto da Catedral de Chartres, da França, tendo uma simbologia muito importante na concepção cristã. Com uma simbologia que remete à figura da cruz, os fiéis acreditam que devem andar num padrão particular pelo caminho.
Villa Pisani – Stra, Itália 
labirinto-vila-pisani-italia
Criado no começo do século 18, é considerado como um dos mais difíceis do mundo. Está localizado na cidade de Stra, na Itália, e possui várias camadas de vias em doze círculos concêntricos, com arbustos bem altos, que levam até uma torre ao centro. Se tornou muito famosa por ser visitada por figuras históricas, como Napoleão Bonaparte, Adolf Hitler e Benito Mussolini.

Fontes:
Environmental Graffiti
Web Ecoits

Anúncios

Souvenirs x pontos turísticos

À primeira vista, parece ser um monumento/paisagem que sempre vemos. Mas olhando com atenção, você verá que é apenas um objeto de decoração, também chamado de Souvenir.

Continue lendo

Luau hawaii por do sol

O Luau é um evento sempre relacionado ao Hawaii. Hoje considerado um acontecimento puramente turístico (não deixe de viajar sem presenciar essa festa!), já sofreu muitas reformulações desde suas antigas origens, da época dos viajantes Polinésios. Confira 6 fatos que tornam esse evento ainda mais curioso:

1 –  “Luau”não significa “Festa”

Luau hawaii comida

Hoje, quando usamos a palavra “Luau”, remetemos às imagens de comida abundante, shows com fogo e a dança Hula. Entretanto, a palavra originalmente se referia a um prato servido numa festa em Kauai: uma combinação de folhas de Taro (também chamada de Inhame dos Açores) e frango cozido em leite de coco. Então, quando presenciar um Luau Havaiano, lembre-se de não estar apenas presente em um, como também estará comendo um Luau.

2 – O primeiro Luau da História era muito mais que somente um banquete

Luau hawaii forno imu

Um forno de chão, também conhecido como “imu”, é um dos métodos mais antigos de preparo de comida utilizados pelo homem. Usa-se simplismente um “fosso” na terra para armazenar calor, e assim cozinhar o alimento

O Luau como conhecemos hoje se originou em 1819 com um banquete realizado pelo Rei Kamehameha II. Esse jantar marcou uma importante mudança na cultura tradicional dos antigos Havaianos. Antes de Kamehameha II, os Luaus seguiam um restrito código de conduta: Homens e mulheres não podiam comer juntos, mulheres não podiam consumir pratos específicos e cidadãos comuns não comiam junto à realeza . O evento realizado pelo Rei não apenas estabeleceu as tradições culinárias que vemos hoje, como acabou com esses tabus para sempre.

3 – A Dança com fogo e lâminas não é tipicamente havaiana

Luau hawaii dança fogo

Um dos momentos mais impressionantes do Luau é a dança coreografada com lâminas e fogo. É realmente de tirar o fôlego. Surpreendentemente, ela não se originou nas Ilhas do Hawaii: em 1946, o “pai” dessa modalidade, Letuli Misilagi (experiente dançarino nascido na Samoa Americana), viajou para São Francisco para realizar sua performance tradicional de Samoan ailao (como também é chamada essa modalidade de dança), numa exposição no Golden Gate Park.

Ele ficou intrigado com um engolidor de fogo Hindu e uma menina girando um bastão com lâmpadas nas suas extremidades. Todos eles estavam ensaiando para suas apresentações na Convenção. Letuli então pediu ao Hindu um pouco do seu gás inflamável e enrolou uma toalha em volta da lâmina de sua faca. Assim essa dança se tornou famosa e foi incorporada em eventos Havaianos.

4 – Os colares de flores não se originaram no Hawaii

Luau hawaii recepcao colar flores

Chamadas de “Lei“s, o uso desse acessório vêm dos viajantes polinésios, que tinham a tradição de dar flores frescas e ornamentadas como presentes. O presente podia significar várias coisas, como: boas vindas, boa sorte na partida, ou até mesmo a celebração de um dos marcos da vida. Quando se recebe um colar num Luau, é preciso lembrar de mostrar respeito, usando-o por todo o tempo que estiver na presença do doador. Esse presente “sagrado” chama os convidados para participar da tradição ao invés de apenas observá-la.

5 – Dançarinos de Hula também vão à escola

Luau hawaii dança hula

Outra imagem que nos vêm à cabeça quando falamos de Luaus é a famosa dança Havaiana, ou Hula. Na era antiga do Hawaii, os dançarinos treinavam em escolas conhecidas como Halau. Nesses locais, rigorosos códigos de conduta e disciplina severa eram aplicados. Num Luau, pode-se presenciar tanto o Hula Kahiko (ou estilo antigo), realizado com roupas tradicionais e acompanhado por cantorias e percussão,ou o Hula Auana (ou estilo moderno), com músicas, ukuleles (instrumento semelhante ao violão) e trajes mais criativos. Apesar dos Halaus de hoje serem diferentes, ainda são um importante modo de manter viva a cultura Havaiana.

6 – As tatuagens dos dançarinos não são somente para beleza

tatuagem facial hawaii

As tatuagens facias dos homens que praticam a Hula em muitos luaus são chamadas de Moko. Elas simbolizam a genealogia e identidade pessoal de cada praticante.

Fonte:
Hawaii Luaus

%d blogueiros gostam disto: