Tag Archive: república


Vista Corcovado cristo redentor rio de janeiro

Cada vez mais é possível visitar lugares famosos sem sair de casa: o serviço de visualização interativa de ruas e locais do Google, o Street View, recentemente adicionou dois novos pontos turísticos ao seu portfólio: o Cristo Redentor, localizado na cidade do Rio de Janeiro e a Ilha Grande, localizada próxima ao município de Angra dos Reis.

O Street View normalmente usa carros com câmeras especiais para fotografar e “montar” as imagens em 360°. No caso do Cristo Redentor, foi utilizada o Trekker, uma mochila adaptada com o mesmo tipo de câmera (com a vantagem de poder acessar locais onde os carros não conseguem). Agora, qualquer pessoa em qualquer lugar do mundo pode visitar o topo do Corcovado e ter uma ideia da vista panorâmica da capital carioca (claro que ainda não se compara a experiência real da visita).

Confira o resultado aqui

História

O projeto de construção de um monumento Cristão no morro do Corcovado data do ano 1859, onde o padre Pedro Maria Boss solicitou ajuda financeira à Princesa Isabel para a realização do projeto. A princesa não tinha muito interesse, e o plano foi descartado totalmente em 1889, com a Proclamação da República e a separação da Igreja e do Estado.

Em 1921, o Círculo Católico do Rio de Janeiro (associação de religiosos e autoridades do governo) começou a colher assinaturas e doações para a construção de um monumento via financiamento privado. Vários modelos foram considerados, incluindo uma grande cruz e uma estátua do Cristo segurando um globo. Entretanto, a imagem com os braços abertos acabou sendo escolhida.

construção cristo redentor antes depois

Detalhe do início da construção e a obra finalizada: O monumento foi montado de cima para baixo, sendo a cabeça a primeira peça a ser colocada

A construção começou em 1922. A estátua foi projetada pelo engenheiro Heitor da Silva Costa e esculpida em concreto e pedra-sabão pelo francês Paul Landowski. Após nove anos, foi finalmente aberta ao público em 12 de Outubro de 1931. Considerado uma das 7 maravilhas do Mundo, o monumento possui 38 metros de altura e está a 709 metros acima do mar

Fontes:

Google Discovery

Sacred Destinations

Anúncios

Quando William McKinley ganhou as eleições presidenciais em 1896, a anexação do Hawaii ao território norte americano foi novamente discutida. Depois de várias negociações, o secretário de Estado John Sherman concordou com um tratado de anexação com os representantes da República do Hawaii.

trabalhadores japoneses plantacao 1885

Trabahadores japoneses – pintura de Joseph Dwight Strong, 1885

O tratado nunca foi validade pelo Senado. Ao invés disso, apesar da oposição da maioria dos Havaianos, a República foi anexada, mas denominada como Território do Hawai (ou seja, estava unido aos Estados Unidos, mas não como um dos estados oficiais). Os lucros do estado começaram a surgir quando Porto Riquenhos começaram a migrar para o território havaiano. Por causa de dois furacões que ocorreram em 1899, a indústria de açúcar foi devastada em Porto Rico (causando uma demanda mundial de produção de açúcar). Os donos das plantações passaram a contratar os exeperientes (porém desempregados) trabalhadores de Porto Rico.

Apesar de várias tentativas de se tornar um estado norte americano, o Hawaii continou sendo um território por mais 60 anos. Os donos de plantações e capitalistas (que mantinham controle do comércio e mercado), consideravam a condição de Território muito conveniente, permitindo que continuassem a importar mão de obra barata (o que é proibido em muitos estados) e lucrar com mais controle no comércio.

Mudanças Políticas – A criação do Estado

Na década de 50, o domínio dos dos de plantações foi finalmente interrompido pelos descendentes de imigrantes. Como eles nasceram em território norte americano, eles eram considerados legalmente cidadãos dos Estados Unidos. O Partido Republicano Havaiano (que era fortemente apoiado pelos donos de plantações), foi tirado do poder. Esperando ganhar total liberdade de votos, os residentes do Hawaii protestaram ativamente pela mudança para condição de estado.

Em Março de 1959, o Congresso aprovou o Ato de União do Hawaii e o presidente Dwight D. Eisenhower assinou a autorização. No dia 27 de Junho do mesmo ano, um referendo foi realizado para perguntar aos cidadãos a decisão de criação do estado, ou a continuidade como um Território. Mais tarde, as Nações Unidas removeram o Hawaii da lista de territórios não autônomos.

Depois da criação do estado, o Hawaii rapidamente se modernizou com o aumento de obras e o rápido crescimento da economia vinda do turismo. Mais tarde, programas de estado promoviam a cultura havaiana, ajudando a espalhar sua imagem aos Estados Unidos e ao mundo.

%d blogueiros gostam disto: