Tag Archive: evento


Viajar e visitar uma bela praia já é uma experiência revigorante. Se for somado ainda a sorte de presenciar a bioluminescência, a visita vira inesquecível!
Também conhecido como maré vermelha (por alguns casos em que a água a água ganha um tom vermelho-enferrujado), esse fenômeno natural ocorre com várias espécies, vertebradas e invertebradas, por reações químicas que resultam em luz. No caso dos mares, várias dessas luzes são formadas por microorganismos, como plânctons que se utilizam dessa técnica para afugentar alguns tipos de predadores.

A reação química que ocorre nos organismos é parecida com o funcionamento de um bastão luminosos. Os plânctons se “acendem” com qualquer agitação, apesar de ser por apenas alguns momentos. Quanto maior a agitação, mais forte será o brilho (normalmente, os barcos que ajudam a criar os efeitos mais intensos). Alguns lugares atraem mais ou menos tipos desses organismos dependendo dos nutrientes das águas, mas o resultado nunca deixa de ser quase mágico! Abaixo algumas locações em que esse tipo de evento é mais comum:

 

Oceania


Cairns, Austrália

Cairns australia

O tipo de ambiente dessa cidade australiana é muito favorável para a floração de algas. As flores das plantas são levadas pelas águas carregando milhões de organismos luminosos.

Lagos de Gippsland, em Victória, Austrália

Gippsland, em Victoria australia2 Gippsland, em Victoria australia

Vários incêndios ocorreram na região em 2006, seguidos por uma forte enchente, em 2007. Esses eventos levaram a um crescimento altíssimo de cianobactérias (também conhecidas como algas verde-azuladas). Após aproximadamente um ano, as flores das algas se desenvolveram, tornando o ambiente propício para este fenômeno.

América do Norte

Praia de Manasquan, Nova Jersey, Estados Unidos

Manasquan Beach, NJ

Mission Bay, San Diego, Califórnia, Estados Unidos

Mission Bay, San Diego, Califórnia

Praia de Torrey Pines, San Diego, Califórnia, Estados Unidos

Torrey-Pines-Beach,-San-Diego

 

Cortez, Flórida, Estados Unidos

cortez florida

América central – Caribe

Mosquito Bay, Vieques, Porto Rico

mosquito-bay2 mosquito-bay

Na região do Caribe, esse fenômeno já era registrado desde o período colonial. No século 17, exploradores espanhóis tentaram fechar a baía de mosquito bay e separá-la do mar, tentando impedir a bioluminescência. O motivo dessa tentativa foi o fato de acreditarem que as luzes eram criação do diabo. Ao reduzir o fluxo da água do mar na baía, os espanhóis aumentaram a concentração de vitamina b12 (liberada pelas árvores dos manguezais), e também aumentaram drasticamente o número de microorganismos. Um galão normal de água da baía continha cerca de 750 mil destes seres.

Trelawny, Jamaica

Luminous-Lagoon,-Trelawny,-Jamaica2 Luminous-Lagoon,-Trelawny,-Jamaica

 

Ásia

Ilhas Maldivas

Alguns desses organismos são grandes o suficientes para se ver a olho nu. Eles se estendem por grande parte da praia e o visual se assemelha com glitter (Ao andar, ou nadar sobre eles, até mesmo as pegadas na areia brilham!)

maldivas2 maldivas

Krabi, Tailândia

krabi tailandia

Toyama, Japão

japao

Este caso não são exatamente plânctons. Estas são lulas que emitem luz por todo seu corpo. Apesar de normalmente viverem nas profundezas do mar, a maré pode empurrá-las para a superfície.

Europa

Zeebrugge, Bélgica

belgica

Os tipos de organismos dessa região são chamados de “faísca do mar”. A água nutritiva e uma alta fonte de alimentos para o plâncton são uma boa combinação para crescerem nessa local.

Norfolk, Inglaterra

inglaterra

A cidade é uma das mais conhecidas para se ver o fenômeno no Reino Unido. O brilho também pode ser visto em águas rasas e salgadas, principalmente depois de um longo período de luz do sol.

Fonte:
Matador Network

 

 

bicicleta-amsterdam-holanda

Não há como negar que, se você é um amante de bicicletas (seja ciclista profissional ou apenas por hobby), a cidade de Amsterdã, na Holanda, está em primeiro lugar na lista quando o assunto é pedalar em vias urbanas. Para quem deseja vivenciar a cidade como um cidadão local, não existe meio melhor que esse.

Amsterdã possui uma altíssima porcentagem de ciclistas. Para se ter uma ideia: Estatísticas apontam que, em uma área de aproximadamente 750 mil pessoas,  até 600 mil bicicletas acabam circulando, seja passando pelas cafeterias lotadas, ou atravessando os famosos canais da cidade. Recentemente, mais medidas foram adotadas para facilitar o tráfego de bicicletas, como: redução do limite de velocidade para carros, novas rotas, faixas exclusivas e semáforos especiais e até mesmo estacionamentos subterrâneos exclusivos para ciclistas. Por conta disso, é consideradas uma das cidades mais seguras para esse tipo de passeio.

Alugar uma bicicleta é uma das tarefas mais fáceis: A maioria têm um visual mais antigo e de apenas uma marcha. É possível obter um mapa exclusivo para esse tipo de atividade em postos turísticos. Eles informam as rotas mais seguras, oficinas e áreas restritas. A seguir, algumas inovações que a cidade oferece:

Estacionamento subterrâneo
A cidade possui 200 mil vagas oficiais para bicicletas. Por conta disso, vários tipos de estacionamentos já foram criados (desde a parte superior de prédios até barcos), e estão em constante mudança. Um dos mais eficientes são os estacionamentos subterrâneos: alguns são tão grandes que podem abrigar até 10 mil bicicletas
 
Faixas exclusivas
A prioridade dada às bicicletas começou em 1978, com um “plano de circulação” do governo que deu preferência a construção de vias separadas, para manter distância dos veículos. Normalmente sinalizadas de vermelho ou roxo, hoje o total de faixas e vias dedicadas às bicicletas é de 767 km.
 
Semáforos
Assim como uma via com carros, existem os semáforos exclusivos para ciclistas. Para ativá-los, deve-se apertar o botão e aguardar o sinal mudar de cor.
 
Escadarias e rampas adaptadas
Como a bicicleta já faz parte da cidade, várias instalações possuem “trilhos” junto às escadarias para facilitar a movimentação dos pedestres que carregam suas (e evitar o incômodo de carregar mais peso ou atrapalhar as pessoas)
 

Eventos de bicicleta pela Holanda

Amstel Gold Race Amstel-gold-race-holanda

Essa corrida começou  em 1966, com os primeiros organizadores sendo patrocinados pela cervejaria Amstel (que pertence à Heineken). Desde então, a companhia está presente nesse evento, que é considerado o mais importante evento ciclístico da Holanda. Geralmente realizado em Abril, a corrida apresenta os melhores ciclistas internacionais que percorrem o caminho traçado quase que totalmente pela província de Limburgo.

Limburgs Mooiste Limburgs-Mooiste-holanda É considerada a versão da Amstel Gold para turistas. Ocorre no primeiro fim de semana após o Pentecostes (ou seja, sete semanas após a Páscoa) e oferece vários tipos de rotas para diferentes “modalidades”: Duas rotas de 100 km (uma mais montanhosa e outra mais neutra) e uma rota de 150 km, mais desafiadora. Além disso, há também a “family tours” (ou passeios em família) que ocorrem simultaneamente: Apropriadas para qualquer idade, têm 30 km de extensão. Todas as rotas começam e terminam no Avantis Business Park, que cruza a fronteira com a Alemanha.

4 Days Cycling the Achterhoek 4Days-Cycling-the-Achterhoek-holanda Traduzido como “4 dias pedalando em Achterhoek, é um evento anual onde os ciclistas percorrem distâncias de 25 a 59 km, passando por castelos, moinhos, florestas e fazendas. O nome da região (Achterhoek) pode ser traduzido como “canto traseiro” ou “canto de trás”. É uma descrição geograficamente apropriada, pois se localiza na parte extrema do leste do território holandês.

Fontes:
Holland
Gadling

A Origem da Oktoberfest

Oktoberfest logo

Todos já ouviram falar da Oktoberfest, o tradicional festival alemão característico pela abundância de cerveja e muitos dias de festa. Entretanto, poucos imaginam sua origem histórica (e mais ainda, a questão dos costumes da época).

Sua descrição oficial conta que o festival começou como uma corrida de cavalos para homenagear o casamento de príncipe Ludwig (ou Luís I da Baviera)  e a princesa Teresa de Saxe-Hildburghausen, em 1810. Por causa da data do casamento (ainda é discutido se ocorreu em 12 ou 17 de outubro), o evento ocorre atualmente sempre em meados de setembro e no começo de outubro (daí o nome Oktober = Outubro, Fest = Festival). Em 1819, a tradição da corrida acabou, dando lugar ao consumo de cerveja e uma atmosfera mais carnavalesca. Os líderes de Munique decidiram que a Oktoberfest seria realizada cada ano, sem exceções. Apesar de originalmente ser uma celebração de um dia, acabou sendo estendida para 16 dias de folia e muita bebida.

Oktoberfest 1845

Gravura sobre madeira, por Goetz, 1845

Entretanto, sua história vai mais além. Já é sabido que o método de preparação da cerveja foi evoluindo ao longo do tempo. Uma das inovações do tipo de preparo ocorreu no final do século 18 (estudos apontam que foi na região central da Baviera – localizada ao sul da Alemanha). Essa inovação mudou a característica da cerveja: Antes, a levedura (ou espuma) subia durante o processo de fermentação (chamado de levedura de alta fermentação), gerando a Ale. Com o novo processo, deixando a levedura abaixo, a cerveja possuía um aspecto mais saboroso (chamado de levedura de baixa fermentação), gerando a Lager. Contudo, para esse novo tipo de cerveja ser feita, era necessário um preparo em um ambiente fresco e preferencialmente gelado.

O preparo antigo era então mantido durante as estações quentes, e quando chegava o outono e a temperatura começava a cair, o preparo da nova cerveja começava. Assim, uma grande festa com muita bebida é realizada, para celebrar o fato de terem boa cerveja mais um ano. O festival acabou sendo aproveitado junto ao casamento do príncipe, e assim como vários festivais e celebrações ao redor do mundo, acabou virando uma tradição marcada por uma data importante.

Oktoberfest celebração

Desde então, a Oktoberfest foi interrompida apenas por causa das guerras, epidemia de cólera e crises financeiras. O aspecto do evento foi gradualmente mudando para o que conhecemos hoje: o uso de vestimentas e músicas tradicionais, bebidas servidas em galões de um litro e a batida tradicional do primeiro barril. O festival se tornou a maior feira de eventos do mundo, com mais de 6 milhões de pessoas presentes a cada ano.

No Brasil, o festival começou em 1976, na cidade de Itapiranga, Santa Catarina, realizado pelos alemães que migraram para o Brasil e seus descendentes. Logo mais a tradição se espalhou para outras cidades do sul do país, como Blumenau, Santa Cruz do Sul, Igrejinha, Marechal Cândido Rondon, Ponta Grossa e São Jorge d’Oeste.

Oktoberfest Blumenau santa catarina

Evento em Blumenau, Santa Catarina, em 2011

Esse ano, as datas de comemoração na Alemanha vão do dia 21 de Setembro a 6 de Outubro. No Brasil, a celebração está marcada para o dia 3 de Outubro até o dia 20 do mesmo mês.

Fontes:

Forbes
Destination360

 

the color runColor Run (ou traduzido livremente como “Corrida das Cores”, é um evento mundial onde qualquer corredor (seja profissional ou amador) percorre um caminho de 5 km, sem tempo de percurso e sem vencedores. A diferença desse percurso, entretanto, é que os milhares de participantes devem iniciar a corrida com uma camiseta branca. Durante a corrida, a cada quilômetro percorrido, são “encharcados” com diversas cores e terminam a prova totalmente coloridos.

O evento foi primeiramente realizado em Phoenix, capital do Arizona, nos Estados Unidos.  Idealizado por Travis Snyder, foi considerado um esforço para estimular profissionais e amadores a correr juntos por diversão. Com sua estréia em Janeiro de 2012, o evento reuniu 6.000 participantes. Ainda em 2012, houveram corridas em mais de 50 cidades norte americanas, com um total de mais de 600 mil participantes (tornando-se assim a maior série de eventos de cinco quilômetros nos Estados Unidos). Em 2013, a corrida também será realizada em mais de 130 cidades dos Estados Unidos, América do Sul (inclusive no Brasil, com datas sendo divulgas em breve), Europa e Ásia.

the color run canada

Pittsburgh News - Aug. 25, 2012

No Canadá, o evento já começou no dia 20 de Julho, em Windsor. As próximas cidades que receberão a prova são:

London: 17 de Agosto
Montreal: 17 de Agosto
Ottawa: 25 de Agosto
Vancouver: 14 de Setembro

Além de promover a participação de diferentes públicos, também é focada a importância de uma vida saudável.  Mais de 60% dos participantes estão correndo pela primeira vez, fazendo com que a preocupação da saúde e bem estar cresca cada vez mais nos seus países. Apesar de ser um evento pago, é sempre realizada uma parceria com alguma instituição de caridade local. Desde 2012, foram levantadas doações  para mais de 80 instituições locais e nacionais.

%d blogueiros gostam disto: